não há mal que sempre dure, nem bem que nunca acabe

Os fins-de-semana menos ocupados dão-nos mais espaço para pensar e constatar trivialidades.

Nunca é tarde demais para nos apercebermos que certas pessoas  acabam por se revelar e saír das nossas vidas, a bem ou a mal. Tal como também nunca é tarde para reatar laços que há muito julgávamos perdidos.

E isto aplica-se dos 8 aos 80!

(isto na realidade são efeitos secundários desta medicação , thank you Eli ❤ )

Anúncios
não há mal que sempre dure, nem bem que nunca acabe

2 pensamentos sobre “não há mal que sempre dure, nem bem que nunca acabe

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s