desliguem-me a tv

Faz-me espécie que em todo o santo telejornal que (cada vez mais raramente) vejo apareçam reportagens de:

-jovens licenciados desempregados há mais de um ano. Eu sei que não está fácil, também sou uma jovem com formação superior que entrou para o mercado de trabalho na pior altura possível, mas há trabalho fora da nossa zona de conforto meus amigos. E eu sei que não é  fácil nem justo viver nessa condição, mas quem não está disposto a fazer um esforço para ter o que almeja, que feche o bico e nos poupe a essas cenas. Eu também não morro de amores pelo meu emprego, mas é o que tenho, e se quiser melhor que remédio tenho senão abrir caminho (geográfico ou sectorial);

– pessoas que se fazem de coitadas porque contraíram empréstimos que não podiam pagar. Nesta secção, e porque infelizmente me pisa os calos, nutro especial desdém por inquilinos que fazem contratos de arrendamento de casas acima das suas possibilidades, e depois “ai de mim que vou ser despejado, o senhorio é um cabrão e devia era sustentar a minha vida já que eu não faço por isso!”.

Ya, sou super insensível e devia era estar no lugar deles. Deal with it.

 

Anúncios
desliguem-me a tv

2 pensamentos sobre “desliguem-me a tv

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s